terça-feira, dezembro 11, 2007

Comércio Justo para comemorar os Direitos Humanos

A ARCA vai estar, no próximo dia 12 de Dezembro, na Escola Secundária Tomás Cabreira, com uma banca do Comércio Justo e a realizar uma oficina sobre Direitos Humanos e Comércio Justo.

Esta acção insere-se na Comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

quarta-feira, dezembro 05, 2007

A ARCA no Dia Internacional d@ Voluntári@

No âmbito das comemorações do Dia Internacional d@ Voluntári@, a ARCA vai participar numa Mostra sobre Voluntariado, na Direcção Regional do Algarve do Instituto Português da Juventude (IPJ).

Entre as 14:00 e as 18:00 horas, vamos estar estar presentes, no espaço da Loja Ponto JA, juntamente com o Centro de Recrutamento de Faro do Exército.

terça-feira, dezembro 04, 2007

Um pouco do Algarve em Lisboa

Sulscrito em Lisboa
na livraria Ler Devagar, na Fábrica Braço de Prata,
dia 8 de Dezembro às 21:30.
Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1
(em frente aos Correios do Poço do Bispo).


O Sulscrito - Círculo Literário do Algarve tem o prazer de vos convidar para uma sessão de apresentação de vários projectos culturais.

Apresentação de projectos de:

Sulscrito – Círculo Literário do Algarve
Palavra Ibérica
Aliança Cultural - Faro

Programa:

- Apresentação da revista de literatura Sulscrito, com a presença de alguns
autores/colaboradores.
- Apresentação da colecção de poesia Palavra Ibérica.
- Apresentação da 3ª edição do encontro de autores Hispano-Lusos Palavra ibérica (Punta Umbría-Huelva, 2008).
- Apresentação do projecto cultural ALIANÇA CULTURAL – Faro. (Literatura, Artes Plásticas, Património, Música).
- Apresentação de um jovem poeta de Faro, recentemente publicado.

Sulscrito:
Fernando Esteves Pinto
João Bentes
Pedro Afonso
Tiago Nené

Editor:
Luís Filipe Cristóvão (Livrododia Editora)

Aliança Cultural:
José Bívar
Adão Contreiras
Rui Dias Simão

segunda-feira, dezembro 03, 2007

CURSO AVANÇADO DE FORMAÇÃO DE FORMADORES EM EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS - FAROL

Informa a Humana Global

CURSO AVANÇADO DE FORMAÇÃO DE FORMADORES EM EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS - FAROL: 17 a 22 de Dezembro 2007


Objectivos do curso
O Programa de Formação em Direitos Humanos com o FAROL pretende ajudar os potenciais educadores e formadores em Direitos Humanos a adquirirem competências e tem como principais objectivos:
a) Integrar conhecimentos do campo da política, da economia, da diversidade cultural, das questões de género e da socio-psicologia no contexto dos Direitos Humanos;
b) Dar a conhecer as estratégias de formação e as metodologias exigidas para a promoção da Educação para os Direitos Humanos em todos os sectores da sociedade e em diversos países;
c) Explorar as especificidades e pontos comuns dos contextos educativos formais e não formais no que concerne à Educação para os Direitos Humanos;
d) Promover o FAROL a nível nacional.

Competências abordadas no curso de formação
- Conhecimento e consciência das perspectivas históricas na evolução da história e filosofia dos Direitos Humanos;
- Compreensão exaustiva dos instrumentos, mecanismos e Instituições internacionais e regionais que protegem e promovem os Direitos Humanos;
- Capacidade de reconhecer e abordar os valores e as normas éticas subjacentes à Educação para os Direitos Humanos e de desenvolver e gerir a formação sobre a Educação para os Direitos Humanos com métodos interactivos e participativos (incluindo as actividades do FAROL);
- Conhecimento sobre os programas e instrumentos mais relevantes do Conselho da Europa para a Juventude e para a Educação para os Direitos Humanos;
- Capacidade para debater e para liderar debates, criando múltiplas perspectivas sobre as questões e dilemas globais e contemporâneos dos Direitos Humanos e ser capaz de desenvolver acções de solidariedade ao nível global e também local;
- Capacidade de utilizar a informação e a tecnologia de comunicação no processo de aprendizagem e na formação sobre os Direitos Humanos;
- Compreensão de conceitos chave relacionados com a metodologia de formação, tais como a aprendizagem intercultural vivenciada e cooperativa (incluindo a empatia, a diferença entre respeito e tolerância e a distância dos papéis sociais nas situações de formação).

INTRODUÇÃO AO SISTEMA DOS DIREITOS HUMANOS:

- Definição e características dos Direitos Humanos

- As chamadas "gerações" dos Direitos Humanos:
1ª geração – direitos civis e políticos
2ª geração – direitos económicos, sociais e culturais
3ª geração – direitos colectivos e de solidariedade, como sendo o direito a um meio ambiente sustentável, direitos dos consumidores, direitos de grupos sociais específicos (crianças, mulheres, minorias …)

- História dos Direitos Humanos e os Direitos Humanos pelo mundo

- Instrumentos legais dos Direitos Humanos:

a) Nível Internacional:
Declaração Universal dos Direitos Humanos, 1948
Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, 1966
Pacto Internacional dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais, 1966
Convenções Internacionais para a protecção de grupos específicos (Convenção sobre os Direitos da Criança; Convenção para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher; Convenção relativa ao Estatuto dos Refugiados; Convenção contra a Tortura e outras Penas ou Tratamentos Cruéis, Desumanos ou Degradantes; Convenção pela Protecção de todos os Trabalhadores Migrantes e os Membros das suas Famílias; Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial)

b) Nível Regional:
Convenção Europeia para a Protecção dos Direitos Humanos e das Liberdades Fundamentais, 1950
Carta Social Europeia, 1961
Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia, 2000
Convenção Americana sobre os Direitos Humanos, 1969
Carta Africana dos Direitos do Homem e do Povo, 1986
Declaração Asiática sobre os Direitos Humanos (declaração não obrigatória)

c) Nível nacional:
Constituições
"Cartas de Direitos"
Leis e regulamentos

- Sistemas de protecção internacional, regional e nacional dos Direitos Humanos:

a) Nível Internacional – Nações Unidas (Tribunal Internacional de Justiça)

b) Nível Regional – Conselho da Europa (Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância e o Comissariado dos Direitos Humanos do Conselho da Europa), Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, União Europeia (Tribunal Europeu de Justiça – quando a lei comunitária envolve questões dos Direitos Humanos)
América: Sistema Americano dos Direitos Humanos (Tribunal Inter - Americano dos Direitos Humanos)
Africa: Sistema Africano dos Direitos Humanos (Comissão Africana dos Direitos do Homem e dos Povos)
Ásia: sem sistema real

c) Nível nacional – recursos judiciais (tribunais) e recursos não-judiciais (Provedor de justiça, Comissões de Direitos Humanos, etc)

* Atenção especial dada ao papel do Comité Europeu dos Direitos Humanos, aos dois protocolos e ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

- Activismo e o papel das ONGs
Definição e tipos de ONGs
Como é que as ONGs têm influência?
Exemplos de activismo de sucesso


MÓDULOS SOBRE TEMAS SELECCIONADOS DOS DIREITOS HUMANOS:

A) Crianças
- Importância da Convenção sobre os Direitos da Criança, 1989
- Outros instrumentos internacionais e regionais:
Declaração Mundial sobre a Sobrevivência, Protecção e Desenvolvimento das Crianças
Plano de Acção para a Implementação da Declaração Mundial, 1990
Recomendação da Assembleia Parlamentar 1460 (2000) para o Estabelecimento de um Provedor Europeu para as Crianças, Conselho da Europa, Estrasburgo, 2001
Recomendação da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa 1286, 1996, sobre uma Estratégia Europeia para as Crianças
Convenção Europeia sobre o Exercício dos Direitos das Crianças, Conselho da Europa, Estrasburgo 1996

- O estado do mundo das crianças: tráfico sexual, prostituição e pornografia e outras formas de exploração de crianças (na Europa), trabalho infantil, crianças refugiadas, crianças em conflitos armados, etc.

B) Cidadania
- Definição: "Quais os direitos que os Estados são obrigados a garantir aos seus cidadãos e em que termos?" e "O que é que acontece àqueles cidadãos que não têm a protecção do país onde residem?"
- Concepções históricas
- Relação com os Direitos Humanos
- Problemas de cidadania (formas de envolvimento ou participação para além do voto, participação de trabalhadores imigrantes e o seu direito a alguns benefícios de cidadania ou à cidadania formal)

C) Democracia
- Definição e descrição – o que é a democracia e como é que se desenvolveu?
- Formas de democracia
- O verdadeiro poder do povo sobre a elaboração de leis e a importância das eleições
- Problemas com democracia: baixo nível de participação dos cidadãos nas eleições e baixa representação dos interesses das minorias (a "lei da maioria")

D) Discriminação e Xenofobia
- Definição de discriminação, xenofobia e racismo
- A Conferencia Mundial das Nações Unidas contra o Racismo, a Discriminação Racial, Xenofobia e a Intolerância
- Imigrantes, refugiados e requerentes de asilo politico
- Anti-Semitismo e Ciganofobia
- Pessoas portadoras de deficiência ou com limitações
- Homofobia ou discriminação por causa da orientação sexual
- Discriminação religiosa

E) Educação
- O porquê do direito à educação?
- Definição e descrição: conteúdos do direito à educação e das obrigações do Estado

F) Igualdade de género
- "os Direitos Humanos das mulheres" e a "igualdade de género"
- Violação dos direitos das mulheres, violência doméstica, tráfico, mutilação genital feminina,…

G) Paz e Violência
- O respeito pelos Direitos Humanos como uma pré-condição para alcançar um estado de paz
- Definição de paz: Importância de uma dimensão cultural, paz negativa e positiva
- Definição de violência: violência directa e indirecta ou violência estrutural

H) Pobreza
- Definição: pobreza relativa e absoluta e exclusão social
- Dimensões: Meios de subsistência, necessidades básicas, justiça, organização, participação e dignidade humana
- Grupos susceptíveis à pobreza: mulheres e crianças


OS DIREITOS HUMANOS E O FAROL:

- O que é o FAROL?
- Como trabalhar com o manual
- abordagens educativas:
Aprendizagem cooperativa
Participação
Aprendizagem experiencial baseada num ciclo de aprendizagem (experimentar ð relatar ð reflectir ð generalizar ð aplicar ð experimentar ð …) e em actividades ("jogos")

- Facilitação ("facilitador" sendo a pessoa que prepara, apresenta e coordena as actividades) e estilos de pensamento, aprendizagem e formação

- Conselhos para os utilizadores: como escolher uma actividade

- Conselhos para a facilitação: trabalho de grupo e técnicas de trabalho de grupo (brainstorming, debates, trabalho em pequenos grupos, simulações, imagens, filmes, vídeos e programas de rádio, jornais, televisão e Internet)

- Conselhos para a condução de actividades: co-animação, gestão de tempo, criar um ambiente que não intimide, estabelecer regras de base, dar instruções claras, animar o processo de análise e discussão…

- Problemas possíveis nas actividades e dicas para solucionar os problemas

- Gestão de conflitos dentro do grupo

- Métodos e técnicas para o apoio dos grupos de aprendizagem efectiva

- Métodos e técnicas para o desenvolvimento de capacidades de argumentação

- Métodos e técnicas para o desenvolvimento de capacidades para uma tomada de decisão colectiva

- Actividades para revisão


Custos de participação: 75 euros por participante
(Direito a alojamento, refeições, materiais da formação, um livro FAROL e certificado de participação)

HORÁRIO: 17 a 22 de Dezembro – das 16h00 às 22h00

Prazo final para candidaturas: 12 de Dezembro 2007

Enviem a vossa candidatura, CV e carta de recomendação da vossa organização por e-mail para a HUMANA GLOBAL – geral@humanaglobal.org


HUMANA GLOBAL – Associação para a Promoção dos Direitos Humanos, da Cultura e do Desenvolvimento
Rua dos Combatentes, nº 140 – 1º andar,
3030-181 Coimbra, Portugal
Tel.: +351 239 781 209 | Fax: +351 239 781 385
E-mail: geral@humanaglobal.org | Internet: www.humanaglobal.org


FICHA DE CANDIDATURA PARA DOWNLOAD. Caso nao consiga fazer o download, envie e-mail para: geral@humanaglobal.org

terça-feira, novembro 27, 2007

A RUA faz anos!!!

Informa-nos a RUA:

“5 Anos - 5 Dias”


Já lá vão 5 anos…

A 28 de Novembro de 2002, a RUA tinha finalmente autorização para emitir nos 102.7.
Têm sido 5 anos de constante luta para nos superarmos dia a dia e servirmos quem nos ouve.
A melhor maneira de comemorar este aniversário e oferecer 5 dias de actividades.
Começamos na Terça (27 de Nov) com um ciclo de cinema na ESE (campus da Penha). 4 filmes dedicado à temática da música:



15:00 – The Wall (Pink Floyd) - escrito pelo vocalista e baixista dos Pink Floyd, Roger Waters, com Beb Geldof como actor.

17:00 – Hype – documentário sobre o início do movimento grunge em Seattle no início dos anos 90)

18:45 – Walk The Line – A vida e a obra, de um marco da música a nível planetário, de Johnny Cash

21:00 – 24 Hour Party People – (A cidade (Manchester) e a “fábrica” que, nos finais de 70 inícios de 80, sem o saber, viria marcar, para sempre, o rumo e a história da músico Pop/rock Alternativa


A 4ª feira (28 de Nov), dia do aniversário, é assinalada com uma emissão em directo (ao vivo e a cores) do campus da Penha (8:00 – 13:00) e do campus de Gambelas (14:00 – 17:00), com diversos convidados ao longo do dia.

A noite é reservada ao convívio entre os colaboradores.

Ao recordarmos algumas das actividades destes 5 anos, lembrámo-nos de uma manhã de reportagem em directo do campus de Gambelas, onde o fogo passou os muros da Universidade. Houve já uma acção de reflorestação, mas é preciso mais.

É por isso que às 10 da manhã de 5ª (29 de Nov) vamos promover um acção de reflorestação para recuperar uma parte da área ardida e alertar para o que ainda falta replantar. Plantar, quem sabe, a semente para novas reflorestações…

A noite é dedicada à música, com os DJs da RUA em diversas casas de Faro e Loulé a espalhar música pela noite. Artistas, Nordik, Sui Generis, Bafo de Baco, Arkádia, BA e Likidus recebem os sons que fazem a RUA FM.

Como é ao vivo que as bandas mostram o que valem, para 30 de Nov preparámos um RUAteiro de bandas a começar n’ Os Artistas às 22:30 com Cant’esta, passando pelo Arkádia às 23:0, num tributo a Johnny Cash, passa às 23:30 no Nordik com O Plano com o VJ Stereosonic e acaba no Ché à meia-noite com Fadu Nú.

No último dia haverá um jogo de bola amigável no campus de Gambelas às 15:00 e um acompanhamento da acção de recolha do Banco Alimentar contra a Fome do Algarve durante a emissão da tarde.

A festa da RUA fecha o dia e os 5 dias de actividades. O BA (Bar da Associação) recebe a RUA, os seus DJS e a banda da RUA (Street Band). A emissão será em directo transmitindo o espírito que se vai sentir neste espaço académico.

Convidamos toda a comunidade a juntar-se à nossa festa.

Com os melhores cumprimentos radiofónicos

Pedro Duarte

Director de Antena

Rádio Universitária do Algarve

RUA FM - 102.7

www.RUA.pt

segunda-feira, novembro 26, 2007

Olhares sobre Faro

Informa a Cívis:

Olhares sobre Faro
FARO - CIDADE MAR

DIA 30 DE NOVEMBRO – 21H30
CLUBE FARENSE


A relação com a Ria e o Mar é um tema transversal a todas as abordagens que se façam sobre o planeamento e o desenvolvimento da cidade de Faro.
Esta realidade esteve presente na 1ª sessão do ciclo de debates Olhares Sobre Faro que a CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania promove, integrados nas Comemorações do seu 10º Aniversário.
Aí, na abordagem ao tema “Faro - Cidade Território”, emergiu com clara evidência que, projectar e planear o futuro da cidade obriga, sem mais adiamentos, a integrar esse horizonte na vida dos cidadãos.
Como? Com que meios? Que sustentabilidade? Que usos sociais? Que…?
O Arquitecto Lopes da Costa, o Geólogo Marinho Óscar Ferreira, o Economista Efigénio Luz Rebelo e o Sociólogo João Filipe Marques, vão estar connosco para nos falar do seu olhar, das suas interrogações e alimentar uma reflexão que tem estado presente nas últimas gerações dos cidadãos de Faro.

domingo, novembro 25, 2007

Alameda Cool II



O Sábado passado, na Alameda. Concerto com o Combo Juve Power da AFF e com os Fora da Bóia e uma banca do Comércio Justo (obrigado a todos).

Depois houve jantar-reunião entre a Associação R.C. de Músicos, a Filarmónica, a ARCA e a RUA -Rádio Universitária nos "Bonjoanenses" com o intuito de debatermos o que de melhor podemos fazer pela cidade.

terça-feira, novembro 20, 2007

Alameda Cool


No próximo sábado, na Alameda de Faro, a partir das 15.00h. Uma organização da Associação R.C. de Músicos, Filarmónica e ARCA.

sexta-feira, novembro 16, 2007

Contra todas as expectativas

Contra todas as expectativas Amina sobreviveu. E o Héctor, a Akemi, e o Hassan também.
Agaist all Odds é um jogo elaborado pelo Alto Comissariado para os Refugiados da Nações Unidas que ensina aos jovens os apuros por que passam @s que necessitam de fugir do seu país, por razões politicas. Tem também associado uma página com números e situações reais e outra dedicada ao professores.

Uma espécie de Manhunt, mas ao contrário (e mais realista).

Come on and play!

terça-feira, novembro 13, 2007

Ideias na Net

A Associação Ideias do Levante, além de ter um dos sites mais bem conseguidos no panorama associativo (com funcionamento administrativo on-line e tudo), tem agora também um blog.

sexta-feira, novembro 09, 2007

Dança Criativa na AMATER

A dança criativa é uma forma de actuação pedagógica que se dedica não a ensinar a dançar mas à formação da criança e ao desenvolvimento integral da sua personalidade. É constituída por propostas de movimento lúdico-expressivo-criativo podendo incluir em simultaneidade as expressões dramática, musical ou plástica. A criança tem a oportunidade de explorar novas formas de movimento, relacionando-se com o espaço, com os objectos, consigo própria e com o outro num vasto leque de possibilidades.


Para quem? Crianças dos 6 aos 11 anos
Onde? Ass. AMATER (R. Teofilo Braga, 15 – 1º , Faro)
Horário: terças e quintas 10h45-12h*

Contactos (inscrições e informações):
Inês Mestrinho
Telm: 965649121
inesmestrinho@ yahoo.com.br

Ass. AMATER
Telf. 289 805112 / 914145319 / 914878780


*As aulas terão início com um mínimo de 10 inscrições.
*Possibilidade de abertura de uma 2ª turma, a funcionar ao fim da tarde, a partir de Janeiro de 2008.

domingo, novembro 04, 2007

Banco Alimentar Contra a Fome no Algarve

Depois de uma primeira (bem sucedida)campanha o Banco Alimentar contra a Fome volta à carga...

Nos próximos dias 1 e 2 de Dezembro vai decorrer a 2ª Campanha. Procuram-se voluntários que devem contactar o Banco através do mail (voluntariosba@gmail.com) ou dirigirem-se ao armazém do Banco Alimentar (Urb. Sto. António do Alto, Lt. 72 cv 8005-101 Faro).
Serão constituídas equipas para a campanha nos supermercados e para a triagem e armazenamento.

Podem saber mais sobre o Banco Alimentar Contra a Fome clicando aqui

segunda-feira, outubro 29, 2007

Projectos Serviço Voluntário Europeu

A Associação R@to- ADCC também recebe voluntários do Serviço Voluntário Europeu. Pois os moços tiveram a feliz ideia de meter essa estrangeiragem toda a escrever as suas experiências num blog. Num blog não, em dois! Quem quiser saber mais sobre o dia a dia de um voluntário europeu em Portugal, vá lá e espreite.

domingo, outubro 28, 2007

Revista Sulscrito nº 1 à venda

A Revista Sulscrito nasce de uma parceria entre a ARCA e o Sulscrito
um grupo informal de autores que decidiu desenvolver acções de divulgação e desenvolvimento da escrita e da leitura na sua região.

Pode-se encontrar a revista “Sulscrito” nº1 em vários locais no Algarve: além da sede da ARCA (a antiga Casa do Guarda na Alameda de Faro), nas Bibliotecas Municipais de Tavira, de Vila Real e Faro, e no Café Aliança Cultural.

Outra forma de adquirir a revista é através do correio. Para isso, basta contactar-nos por email (geral@arca-algarve.org ou sulscrito@yahoo.com), indicar o número de exemplares pretendidos e deixar o endereço postal.
O preço da revista é de 2,50€, mais gastos de envio (0,50€ para Portugal).

A revista irá estar à venda em todos os próximos eventos do Sulscrito (apresentações, recitais, etc.).

Não hesitem em contactar-nos ou até em visitar-nos (na nossa sede, além de poderem se informar das actividades da ARCA podem beber um cafézinho ou um cházinho na nossa Loja do Comércio Justo)

o que da semente enfim se move

Colaborações de Portugal, Espanha, Brasil, México, Cuba e Porto Rico

Colaboram neste número:

Casimiro de Brito
Antonio Orihuela
Catarina Nunes de Almeida
Arturo Accio
Manuel A. Domingos
Fernando Cabrita
Manuel Moya
Inmaculada Luna
Margarida Vale de Gato
Edel Morales
Afonso Dias
Josefa Virella Trinidad
Tiago Gomes
Carmen Camacho
Silvia Chueire
Iván Sopeséns Álvarez
A. Miguel Mejía
A. M. Pires Cabral
Francis Vaz
Henrique Manuel Bento Fialho
Rafael Delgado
Miguel Godinho
Uberto Stabile
Rui Costa
José Carlos Barros
Maribel Sánchez Pagán
Maria João Lopes Fernandes
Luís Filipe Cristóvão
Gonçalo M. Tavares
José Félix
Mario de los Santos
Pedro Sousa
Pedro Afonso
Reinaldo Barros
Fernando Esteves Pinto
José Paulo Pereira

segunda-feira, outubro 22, 2007

Formação para o Voluntariado em Faro

O ISU-Faro ( Instituto de Solidariedade e Cooperação Universitária - núcleo de Faro) vai desenvolver o V Curso de Formação Geral para o Voluntariado, na Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve, a partir de 5 de Novembro.

A formação, num contexto de educação não-formal, assenta na aplicação de metodologias activas, que apelam à participação de todos, como forma de enriquecer cada sessão. A reflexão que se pretende promover trata temáticas que assumem grande importância quando falamos da prática do voluntariado.

Calendário:
5 de Novembro a 9 de Dezembro
Segundas e Quintas das 20h30 às 23h

Local:
Sala (a designar) na Escola Superior de Educação, campus Penha, Universidade do Algarve

Inscrições:
29 e 30 Outubro 2007, das 19h às 22h
Gabinete 84- Escola Superior de Educação Universidade do Algarve
(máximo 25 vagas, por ordem de chegada)

Preço:
25 Euros – estudantes e amigos Nô Djunta Mon
35 Euros – não estudantes

Contactos:
ISU – núcleo de Faro
Gab. 84 – Escola Superior de Educação
Universidade do Algarve – Campus Penha –Faro
isu_faro@yahoo.com.br
Helena Guimarães – 968829544

sexta-feira, outubro 19, 2007

Tocá Rufar se faz favor!

Escreveu-nos a Margarida (a chefa da banda daqui)

"Para participar no Tocá Rufar basta vir aos sábados aos nossos ensaios gerais e não há limite de idade.

Para todos o processo é idêntico. Começar pelo ensaio dos iniciados. É aqui que se aprendem as bases musicais e as coreografias básicas. Posteriormente os "rufinas" passam a ensaiar como orquestra principal logo que o maestro considere pertinente.
Não há lugar ao pagamento de quotas e os instrumentos são nossos.

Os ensaios decorrem em:
Tavira, no Cine Teatro, aos sábados das 15h às 18h;
Vila Real de Santo António, aos sábados das 10h às 13h, na Escola Secundária.

Portanto basta aparecer e participar!!!

Quaisquer outras dúvidas não hesite em contactar para o nº 281322677.
Com os nossos melhores cumprimentos

P'lo Tocá Rufar
Margarida Morais"


E então? Já não há desculpas para não rufarem os tambores.

quarta-feira, outubro 17, 2007

O Sulscrito na “Faro Capital dos Poetas e da Poesia”

Convida-vos

5ª feira, dia 18 de Outubro, no Café Aliança às 21h30
Tertúlia - "No Olho da Noite"

A Câmara Municipal de Faro organiza o encontro “Faro Capital dos Poetas e da Poesia”, para o qual o Sulscrito foi convidado a criar um evento.

O encontro será nos dias 17, 18, 19, 20 e 21 deste mês e a nossa participação é no dia 18 com uma tertúlia intitulada “No Olho da Noite” que acontecerá no Café Aliança às 21h30.

Haverá leituras pelos autores convidados e, num ambiente informal, haverá debate e conversas entre todos os que aparecerem.
Estão, portanto, todos convidados.

No Olho da Noite
(Poesia, tertúlia, visões)
Dia 18 de Outubro, 5ª feira, às 21h30 no Café Aliança

É quando a noite abre os olhos que os poetas nascem.
Fizemos das folhas dos nossos dias folhas de poesia. A noite acorda nos olhos das palavras. Só assim as palavras se deixam escrever no olhar da noite. Cada poema é um olho que nos observa. Mas será o poeta a imagem do poema que está a ser lido? Ou será o poema os olhos do poeta que o escreveu? Queremos que os olhos desta noite entrem no diálogo, no poema, na escrita. Rejeitamos o pensamento cego. Inaudível. Os poetas escrevem para não cegar a noite, o mundo. No olho da noite, os poemas são ouvidos acesos no olhar de quem nos escuta. No olho da noite, os poetas são a voz que vê mais longe.

Poetas convidados pelo Sulscrito:

José Carlos Barros
Luísa Martins
Miguel Godinho
Pedro Sousa
Rui Dias Simão
Tiago Nené

Coordenadores Sulscrito:

Fernando Esteves Pinto
João Bentes
Pedro Afonso

Programação Completa do "Faro Capital dos Poetas e da Poesia"
Dia 17
Recital “Matéria de Poesia”, pela Escola da Noite (Coimbra)- Club Farense, 22:00

Dia 18
No Olho da Noite (poesia, tertúlia, visões), pelo Sulscrito- Círculo Literário do Algarve- Café Aliança, 22:00

Dia 19
Recital- João Grosso diz António Ramos Rosa- “Outras Vozes”- Entrega do Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa- Biblioteca Municipal de Faro, 22:00

Dia 20
Grupo de Teatro Lethes- Recital “Poetas Algarvios”, em torno de Rosairinha- Teatro Lethes, 22:00

Dia 21
Apresentação do CD “Volta e meia…poesia”, de João Pires / Récita “A Ceia dos Cardeais, canções & outras coisas mais”, sob a batuta de Afonso Dias, com João Pires, Afonso Dias e Carlos Botinhas- Club Farense, 22:00

email: sulscrito@yahoo.com
blog: http://sulscrito.blogsome.com/

Toda a gente já sabe mas nunca é demais lembrar...

Mobiliza-te, actua, pressiona!

Uma em cada seis pessoas no mundo vive em condições de pobreza extrema, não tem acesso a medicamentos nem à educação básica. Por outro lado, 12% da população global -o grupo dos 22 países mais ricos do mundo, em que se inclui Portugal - consome 80% dos recursos naturais disponíveis.

O desafio da nossa geração é acabar com a pobreza extrema e com as desigualdades. Temos meios e tecnologias suficientes para garantir que toda as pessoas deste planeta possam usufruir de níveis básicos de nutrição, saúde e educação.

A Campanha PobrezaZero apela à sociedade portuguesa para que se mobilize, actue e pressione o Governo Português para que mantenha as suas promessas de:

1. mais e melhor ajuda para o desenvolvimento
2. perdão da dívida externa dos países mais pobres
3. criação de regras do comércio internacional mais justas

segunda-feira, outubro 15, 2007

Festa em Olhão

De cada vez que a juventude se organiza para participar na sociedade é uma FESTA!!!

Olhão, 11 de Outubro de 2007

Exmo(s) Sr(s),
Cientes de que o associativismo direccionado para os jovens do nosso concelho é ainda uma realidade pouco activa, vimos por este meio informar que a MOJU - Associação Movimento Juvenil em Olhão, a qual tem vindo a dar um importante contributo a este nível, a partir de 16 de Outubro iniciará a sua actividade como associação formal.
Assim apresentamos o nosso grupo e convidamo-vos para estarem presentes no dia acima mencionado pelas 17 horas, na Sociedade Recreativa Olhanense afim de comemorarmos juntos a nossa constituição enquanto associação juvenil.
Contamos com a vossa presença!

Com nossos melhores cumprimentos,

A Associação Contactos: 931 406 587 ou moju.olhao@hotmail.com


A ARA deseja as maiores felicidades ao MOJU

domingo, outubro 14, 2007

Ópera "The Happy Prince"

Uma informação da Associação Ideias do Levante

O Côro de Câmara da Ideias do Levante (CCIL) vai participar nos próximos dias 19, 20 e 21 de Outubro de 2007, numa Ópera de Gita Nasta, intitulada "The Happy Prince", baseada num conto de Oscar Wilde.

O CCIL é um dos dois grupos corais polifónicos da associação cultural de Lagoa - Ideias do Levante, sendo o CCIL o mais reduzido, contando apenas com cerca de 6/8 elementos. O CCIL é dirigido desde 2003, pelo prof. Francisco Brazão.

A Ópera "The Happy Prince" é uma organização/produção da Escola Internacional do Algarve, que irá ser interpretada por alunos/colaboradores da própria escola, pelo CCIL e por cinco solistas convidados.

Segundo Gita Nasta, "... todos estão a trabalhar arduamente para o sucesso desta Ópera e espero que o público se divirta tanto como nós!"

Os espectáculos decorrerão no Hotel Tivoli Almansor em Carvoeiro, nos dias 19 e 20 de Outubro de 2007, pelas 20h00, e no dia 21 de Outubro de 2007, pelas 15h00.

O valor auferido, através da aquisição dos bilhetes, irá ser revertido para a ajuda das crianças no Cambodja.

Mais informações sobre os bilhetes e sobre os espectáculos pelo número 282 352 547 (Secretaria da Escola Internacional do Algarve).

Os melhores cumprimentos,

A Direcção das Ideias do Levante

terça-feira, outubro 09, 2007

Sulscrito em Loulé

O Sulscrito - Círculo Literário do Algarve tem o prazer de vos convidar para mais uma apresentação do nº 1 da revista de literatura Sulscrito.

Desta vez vamos estar em Loulé, na Casa da Cultura de Loulé, Sábado, dia 13 de Outubro, às 21h30.

Haverá leituras e espaço para conversar.

A revista Sulscrito:

“Este é um espaço de nascimento e reflexão. O que da semente nasce é a vontade – raiz consciente de uma acção. O que nestas páginas enfim se move é o desejo na concretização de um acto: escrever. Temos assim um objecto de raiz, onde a poesia é a folhagem das ideias que valorizam a realização.
[...]
Circunscrever algo à forma de um objecto, é permitir‑lhe uma outra existência. Tal diferença é causa de um deslize que nem sempre se pretende, mas que é inevitável na sua essência de falha. Perigosamente, é esse o movimento que interessa, no instante em que o controlo só dá a sensação de alguma água que se infiltra.”

do editorial da Sulscrito nº 1 “o que da semente enfim se move”.


A revista “Sulscrito” é uma revista de literatura de expressão Ibérica editada pelo Sulscrito – Círculo Literário do Algarve e pela ARCA – Associação Recreativa e Cultural do Algarve.

Pretende ser um espaço de partilha, de discussão e de expressão, assim como um espaço de divulgação de autores e do seu trabalho.

Foi publicado o primeiro número em Agosto deste ano (2007) e será publicado um número por ano. No primeiro número colaboraram autores de Portugal, Espanha, México, Brasil, Cuba e Porto Rico.

Publicam-se na revista poesia e prosa em Português e Castelhano, sem tradução.

Foram impressos 1000 exemplares que estão à venda por 2,50€.

A revista foi publicada com o apoio das Câmaras de Vila Real de Santo António, Tavira e Faro e da Junta de Freguesia de Pechão.

http://sulscrito.blogsome.com
sulscrito@yahoo.com

quarta-feira, outubro 03, 2007

Curso de Especialização em Sociologia – Mobilidades e Identidades

O Curso de Especialização em Sociologia – Mobilidades e Identidades pretende fornecer aos profissionais da área das Ciências Sociais uma formação teórica, metodológica e conceptual aprofundada que os habilite a analisar criticamente processos sociais da contemporaneidade - nomeadamente os que dizem respeito à mobilidade humana e às questões identitárias - bem como, a formular diagnósticos susceptíveis de apoiar a tomada de decisões relativas à intervenção na sociedade. Pretende-se fomentar a aquisição de competências e conhecimentos aprofundados em torno das principais orientações da Sociologia contemporânea, bem como a estimular a capacidade para utilizar esses instrumentos nos diversos contextos de profissionalização e de investigação.

O turismo e as migrações são, por excelência, os grandes determinantes da mobilidade humana. São dois dos principais processos que têm vindo a suscitar o interesse da reflexão científica e política em torno das dinâmicas das identidades, das questões da integração das populações estrangeiras e das respostas sociais a estas problemáticas. Se a importância da actividade turística na região do Algarve é sobejamente conhecida, importa referir que esta é a terceira região do país no que diz respeito à atracção de imigrantes internacionais e uma das mais importantes no que toca às migrações internas. Quer o turismo quer a imigração implicam profundas consequências societais, tanto para os seus protagonistas mais directos como para as sociedades de acolhimento; consequências que podem ir dos impactos sócio-económicos, às relações inter-culturais, às dinâmicas identitárias, aos processos de etnicização, ou às questões da cidadania. Estes processos sociais e culturais justificam não apenas a investigação sociológica, como a preparação de nível superior dos profissionais que venham a trabalhar de perto com essas mesmas realidades.

O Curso de Especialização em Sociologia – Mobilidades e Identidades é precisamente estruturado em torno das problemáticas mencionadas e comporta, no seu plano de estudos, um elenco de Unidades Curriculares que reflectem as principais preocupações científicas e epistemológicas em torno de dois grandes eixos temáticos. São elas, a Sociologia do Turismo e a Sociologia das Migrações, enquanto áreas já estabilizadas do saber sociológico. São também contempladas áreas emergentes do conhecimento do social como, por exemplo, a reflexão em torno da Globalização, das Redes Sociais, do Racismo, da Etnicidade, das Identidades.

O referido curso destina-se aos licenciados em Sociologia ou noutras Ciências Sociais – nomeadamente, em Antropologia, Geografia, Intervenção Social, Educação Social, Educação e Intervenção Comunitária, Turismo, Ciências da Educação e da Formação, Ciências da Comunicação etc. -, bem como aos detentores de licenciaturas noutras áreas científicas que exerçam actividade profissional ou científica nas áreas temáticas abordadas.

Mais informações em: http://www.fe.ualg.pt/

terça-feira, outubro 02, 2007

Vaga para Projecto SVE

A Vertigem enviou-nos esta informação:

A Vertigem- Associação para a Promoção do Património,
tem neste momento um projecto de envio aprovado para o
Reino Unido (candidatura de Fevereiro) e está à
procura de um jovem voluntário interessado em
participar neste projecto de EVS, uma vez que a jovem
que tinha sido seleccionada desistiu.


O projecto:

Duração de 9 meses
Tema: ambiente
Área de intervenção: Minet Country Park (Reino Unido)

Resumo:

The aim of the project is to undertake nature
conservation work at the Minet Country Park, and to
encourage the local community to use this facility. We
also seek to increase the communities awareness of the
environment, and to try to live sustainably.

The volunteer will be involved in the three aspects of
the project.
1. Nature Conservation, such as treeplanting, scrub
management, scientific surveys.
2. Enviromental Education with children and young
people, both in schools and in the field.
3. Community participation and awareness raising,
through events at the park, and special seminars and
meetings.

Caso tenham voluntários interessados em participar
neste projecto, que já foi aprovado pela Agência
Portuguesa, queiram entrar em contacto com:

Lucília Letra
tel.: 244835021
emial: vertigem_sve@yahoo.com

Melhores cumprimentos,

Lucília Letra

Vertigem-Associação para a Promoção do Património
Rua Dr. António da Costa Santos, 27B- 1º Dto
2410-084 Leiria
Portugal

Tel/Fax: +351 244835021
vertigem_sve@yahoo.com
www.vertigem-app.pt

A Cívis organiza...

DIA 12 DE OUTUBRO – 21H30
CLUBE FARENSE
Olhares sobre Faro
FARO, CIDADE TERRITÓRIO

Integrados nas Comemorações do 10º Aniversário, a decorrer até final do corrente
ano, a CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania irá promover um
conjunto de debates públicos sobre Faro, Cidade e Território, com a participação
de técnicos e especialistas nas diferentes áreas do conhecimento.
Nesta primeira sessão, os Arquitectos António Paulino, Fernando Pessoa e Porfírio Maia, vão-nos falar do seu olhar, das suas interrogações e alimentar as nossas reflexões sobre os caminhos, possíveis e desejados, do nosso desenvolvimento.

…camadas cada vez mais vastas de população, organizadas em associações
sem fins lucrativos, mobilizam esforços no sentido de alertar os poderes
públicos para as necessárias mudanças de política e de planeamento…

Através dos meios de comunicação social têm surgido as mais variadas notícias
sobre a necessidade de proceder à revisão dos Planos Directores Municipais.
Alguns autarcas queixam-se dos investimentos que fogem dos concelhos por
causa das normas restritivas dos planos. Os promotores imobiliários e os
proprietários do solo encaram essas restrições como uma sobrecarga burocrática
incomportável ao crescimento económico e limitadora da iniciativa privada, os
especialistas debatem as dificuldades de levar os planos à prática1 e os cidadãos,
atónitos, pensam que estas questões são jogos de interesses para eleitos e
privilegiados se entreterem, enquanto a qualidade de vida das cidades se deteriora
cada vez mais, obrigando-os a procurar os espaços periurbanos para se
instalarem.

Paralelamente, camadas cada vez mais vastas de população, organizadas em
associações sem fins lucrativos, mobilizam esforços no sentido de alertar os
poderes públicos para as necessárias mudanças de política e de planeamento
tendo em consideração que não é mais possível delapidar os recursos naturais sob
pena da humanidade ficar em perigo. A constatação de que os recursos naturais
são finitos, em particular após a crise petrolífera de 73, alertou consciências,
implicando novas reflexões e outras práticas que, lentamente, foram abrangendo
todos, ou quase todos, os sectores sociais e económicos. Todavia, as posições
mais conservadoras confrontam-se com visões mais liberais sem que se perceba
onde está o equilíbrio para a tomada de decisão tendente ao desenvolvimento que,
supostamente, se quer sustentável.

Num cenário em que a gestão urbanística parece não ser suficiente para garantir a
qualificação das cidades e as características dos espaços rústicos a longo prazo,
equaciona-se a necessária revisão dos processos de planeamento do território e a
aplicação dos princípios de sustentabilidade nestes documentos, nomeadamente o
planeamento participativo.

O processo de transformação do território e da cidade teve sempre origem em
diferentes factores e, cada um deles contribui diferentemente para a dinâmica da
expansão urbana. A identificação desses factores e o peso específico de cada um
é essencial para compreendermos o que acontece no território, mesmo que a inter-
relação entre as práticas sociais e as políticas, que são o motor da transformação,
nem sempre seja identificada.

OS DIREITOS E DEVERES DOS CIDADÃOS SÃO INSEPARÁVEIS DA CIDADANIA ACTIVA E CONSCIENTE

sexta-feira, setembro 28, 2007

Como organizar intercâmbios juvenis

Informações da Agência Nacional do Programa Juventude:

Informam-se que estão abertas as candidaturas para:
Curso de formação: realização de projectos de qualidade no âmbito da Acção 1.1 do Programa Juventude em Acção - intercâmbios.

Data: 23 a 28 de Outubro de 2007
Cidade e País: Rovaniemi - Finlândia

Objectivos da Acção de Formação
* Avaliar as experiências de intercâmbios nos quais os formandos tenham participado e o impacto causado;
* Reflectir sobre os objectivos/conteúdos dos intercâmbios;
* Aprofundar conhecimentos e capacidades para a organização de intercâmbios de melhor qualidade.

Perfil de participante
* Pessoas envolvidas na área da Juventude (lideres juvenis de grupos não formais, voluntários ou trabalhadores em associações sem fins lucrativos, técnicos de departamento, etc.);
* Pessoas com experiência na organização e/ou participação em pelo menos um intercâmbio de jovens no âmbito do Programa Juventude (preferencialmente organizadores de Intercâmbios com mais do que uma experiência);
* Pessoas de idade igual ou superior a 18 anos, com bons conhecimentos de inglês.

Custos
* Os custos com a viagem internacional são suportados pela Agência Nacional portuguesa;
* Os custos de alojamento e alimentação são suportados pela entidade organizadora;
* O seguro de saúde e as deslocações em território nacional serão da responsabilidade dos participantes seleccionados.

Candidaturas
Os interessados deverão enviar o formulário de candidatura anexo, em inglês, datado e assinado, para a Agência Nacional do Programa Juventude em Acção, até dia 4 de Outubro de 2007, em alternativa, via:
* fax +351 21 317 92 10 (A/c: Liliana Cruz);
* correio electrónico (ficheiro PDF, datado e com assinatura original – para liliana.cruz@ipj.pt );
* correio postal (Agência Nacional do Programa Juventude em Acção * Avenida da Liberdade 194 -1.º * 1269-051 Lisboa); ou
* Delegação Regional do IPJ do distrito (As candidaturas submetidas via Delegações Regionais devem ser remetidas, para apreciação técnica, com a devida antecedência).

Informações complementares
* A Agência Nacional prevê seleccionar dois participantes para esta actividade;
* Estão previstos 33 participantes dos seguintes países: Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Eslováquia, Finlândia, França, Holanda, Liechtenstein, Malta, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia e Turquia.
* Na presença de candidaturas com o mesmo grau de qualidade/prioridade, serão seleccionadas aquelas que dêem entrada em primeiro lugar (registo data/hora);
* Os resultados do curso serão divulgados a todos os candidatos (por e-mail ou correio postal);


Em caso de dúvida, queiram contactar:
Liliana Cruz
Telefone: 21 317 92 00
E-mail: liliana.cruz@ipj.pt

quarta-feira, setembro 26, 2007

Inscrições Abertas Curso Internacional Cidadania Europeia

A Agência Nacional portuguesa do Programa Juventude em Acção apoia a participação de dois participantes portugueses na seguinte actividade:


Curso de formação internacional: Cidadania Europeia
País: Dinamarca
Data: 12 a 18 de Novembro de 2007


Objectivos
* Informar os participantes sobre a temática da Cidadania Europeia;
* Compreender a importância e as implicações da Cidadania Europeia no trabalho na área da juventude;
* Promover o recurso a programas e estruturas de apoio a projectos relacionados com Cidadania Europeia;
* Experimentar e explorar o potencial da Cidadania Europeia para uma mudança democrática na sociedade;
* Compreender a ligação entre Cidadania Europeia, Direitos Humanos, Democracia e Aprendizagem Intercultural.



Perfil de participantes
* Pessoas que lidam com jovens (líderes juvenis, técnicos, professores, formadores, etc.), a nível profissional ou voluntário;
* Pessoas envolvidas numa organização elegível no âmbito do Programa Juventude em Acção (grupos informais, associações, entidades públicas etc.);
* Experiência no desenvolvimento e gestão de projectos com / para os jovens;
* Experiência na (co)organização de um projecto na área da juventude com dimensão europeia;
* Motivados para trabalhar diariamente com jovens em assuntos relacionados com Cidadania Europeia;
* Capacidade para trabalhar em inglês e disponibilidade para frequentar todo o curso de formação.

Condições de participação
* Os custos com a viagem internacional são suportados pela Agência Nacional portuguesa;
* Os custos de alojamento e alimentação são suportados pela entidade organizadora;
* O seguro de saúde e as deslocações em território nacional serão da responsabilidade dos participantes seleccionados.
* Deverão os interessados preencher o formulário, obrigatoriamente em inglês, e enviá-lo (datado e assinado), para a Direcção Regional do Algarve do IPJ ( email: ipj.faro@ipj.pt; fax: 289801413) em alternativa, via:

Agência Nacional portuguesa

* fax +351 21 317 92 10 (A/c: Liliana Cruz);
correio electrónico (ficheiro PDF, assinado e datado – para liliana.cruz@ipj.pt );
* correio postal (Agência Nacional para a Gestão do Programa Juventude * Avenida da Liberdade 194 -1.º * 1269-051 Lisboa)

Prazo de candidatura: 1 de Outubro de 2007 (data de entrada na Agência Nacional)


Mais informações através da Técnica do da DR do IPJ de Faro Sónia Jesus

segunda-feira, setembro 24, 2007

Na estrada à procura de um actor

"O Teatro da Estrada procura um actor para próxima produção.
Audições no dia 29 de Setembro a partir das 14 horas.
Os interessados deverão enviar o curriculo e uma foto para:
teatrodaestrada@gmail.com"

quinta-feira, setembro 20, 2007

Histórinhas Algarvias

Uma actividade em parceria com a ARCA

Histórinhas Algarvias

Serão de contos, histórias e memórias...
Com as contadoras Helena Tapadinhas e Inês Mestrinho
Dia 28 Setembro às 21.30 no CIIPC, Antiga Escola Primária de Santa Rita


O Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela / Câmara
Municipal de Vila Real de Santo António organiza, no próximo dia 28 de
Setembro (sexta-feira) às 21.30, "Historinhas Algarvias" – Um serão de
contos, estórias e memórias da região, com o objectivo de recuperar e
valorizar o património oral ligado ao território e ao calendário.
Estarão presentes as contadoras Helena Tapadinhas e Inês Mestrinho.

Apareça e traga algo para contar!

A iniciativa integra o programa proposto pela Câmara Municipal de Vila
Real de Santo António para as JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO, que se
celebram este ano nos dias 28, 29 e 30 de Setembro. O tema escolhido
pelo IGESPAR - "Património em Diálogo" - propõe que se reforcem os
elos de conexão entre património, território envolvente e comunidade,
uma vez que o património, enquanto memória e realidade viva, só
adquire verdadeiro significado na sua relação com as pessoas, através
das suas vivências, dos ambientes e de uma grande partilha.
Pretende-se desta forma contribuir para o reconhecimento, protecção e
valorização das paisagens culturais nas suas múltiplas dimensões:
humana, cultural, simbólica e memorial.


Informações
Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela
Antiga Escola Primária de Santa Rita
Tel. / Fax: 281 952600
ciipcacela@gmail.com
www.ciip-cacela.blogspot.com

quarta-feira, setembro 19, 2007

Dinamismo Cultural em Faro

Acrescentei à Lista de Blogs o Aliança Cultural, porta voz de um projecto que prova que a sociedade civil (a verdadeira e não os partidos "travestidos") também se organiza e vai-se mexendo (mesmo quando, ou principalmente quando os apoios culturais na cidade andam pelas ruas da amargura).

Aqui vai o programa da próxima actividade:

Amanhã dia 20 de Setembro
no café Aliança em Faro


Biocafé
tertúlia 18:30
Jantar 20:30

21:30 sessão de APRESENTAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO "CIVIS"
A CIVIS é uma Associação que tem como finalidade geral a defesa e o aprofundamento dos direitos individuais e colectivos dos cidadãos como instrumento de reforço de solidariedade social.

Segundo os termos estatutários, e prioritariamente, procurará sensibilizar a opinião pública para a importância desses direitos no quadro do processo democrático, que se deseja cada vez mais empenhado e participativo.

Programa:
21:30 - Introdução
Projecção de três factos da nossa História Contemporânea.
Documentário intitulado:
"Não há Futuro sem História".

1º Facto: "Primeiro 1º de Maio em Liberdade - 1974".
Regista o primeiro acontecimento realizado em Faro, frente à Câmara Municipal.
Foi a maior manifestação que se conhece na história da nossa cidade e talvez do Algarve. Nesse dia o povo farense e algarvio ocorreu em massa ao Largo do Município. É o retrato fiel e inequívoco da adesão espontânea das gentes do Algarve ao Movimento da Forças Armadas.

2º Facto: "1º de Maio de 1975"
Agora mais institucional e onde se regista a presença de representantes de partidos políticos.

3º Facto: "Manifestação em 12 de Dezembro de 1981 (Faro).

22:00 Tertúlia

mais informações:
www.alianca-cultural.blogspot.com

terça-feira, setembro 18, 2007

Bailes Marafados 2007

E foi assim que aconteceu este ano...





Para o ano há mais!

P.S. Estamos quase a fazer a primeira reunião de trabalho para a edição de 2008. Quem quiser se juntar que se ajunte...